Médicos respondem a perguntas sobre a MT e o Estresse - Meditação Transcendental
Carregando...

Médicos respondem a perguntas sobre a MT e o Estresse

Home / Ansiedade / Médicos respondem a perguntas sobre a MT e o Estresse

Os médicos Dr. Grosswald e Dra. Rector são especialistas em seus campos de atuação, possuem anos de experiência na área da MT e estudam os efeitos do estresse e da síndrome de estresse.

P: Eu fico muito estressada com coisas que geralmente não incomodam as outras pessoas, como por exemplo, falar na frente de um grupo ou ter que cumprir um prazo. A MT pode me ajudar?(veja como a MT reduz o estresse)

Dr Grosswald: Não há um termômetro ou uma medida padrão para o estresse. O que alguém considera estressante é de fato estressante para essa pessoa, mesmo que seja ou não estressante para outra pessoa e a suscetibilidade ao estresse depende muito da fisiologia de cada um. Com a prática regular da técnica da Meditação Transcendental, a tolerância ao estresse aumenta, o que lhe permite ser menos suscetível a ele, quase como uma vacina antiestresse.

P: Existe algum estudo que demonstre esses efeitos?

Dr Grosswald: Sim. O estudo mostra que o programa de Meditação Transcendental é eficaz na redução do estresse, ansiedade e depressão,(veja como a MT reduz a depressão) e até mesmo nos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático. Você pode pensar no estresse como algo contínuo – do menor nível de estresse ao extremo transtorno de estresse pós-traumático. A técnica da MT é eficaz em todo o espectro.

P: E sobre o estresse devido à privação do sono? Eu quase nunca tenho uma boa noite de sono. A técnica da Meditação Transcendental ajuda nisso?

Dr Grosswald: O estresse por não dormir se acumula ao longo do tempo. E mesmo que a pessoa tenha um sono normal de vez em quando, o sono não elimina o estresse acumulado pelas pressões do dia-a-dia; ele só dissolve a fadiga do dia. Assim, a fadiga e o estresse continuam crescendo. Mesmo quando a pessoa sai de férias, o relaxamento não dura muito tempo, já que você volta ao seu estilo de vida habitual. É por isso que todos precisam de uma forma para dissolver a fadiga e o estresse acumulados no cotidiano, o que é agravado pela privação do sono. Praticar a técnica da Meditação Transcendental regularmente permite que você jogue fora o estresse acumulado. As pesquisas indicam que a prática regular de Meditação Transcendental melhora a saúde e o bem-estar psicológico. Os pesquisadores estimam que 70 a 90% das doenças estão relacionadas ao estresse, por isso, se você possui um mecanismo que reduza o estresse, a saúde geral e todos os aspectos de sua vida melhoram.

“Praticar a técnica da Meditação Transcendental regularmente permite que você jogue fora o estresse acumulado.”

P: O estresse não é bom? Ele não funciona como incentivo para fazer coisas que precisam ser feitas, como por exemplo, o cumprimento de prazos?

Dr Grosswald: Às vezes um prazo pode aumentar a motivação para fazer as coisas, mas é um equívoco achar que o estresse melhora o desempenho das pessoas. Na verdade, as pessoas que têm melhor desempenho em situações de pressão são as mesmas que acham essas situações estressantes. Em outras palavras, a pressão é apenas um estímulo para essas pessoas; se fosse estressante para elas, o desempenho seria afetado. Se parar para pensar, quando você está mais propenso a cometer erros? Quando você está cansado, estressado, e quando você está fazendo as coisas muito rapidamente. A criatividade vem quando sua mente está clara, quando você está calmo e descansado. Não há nada de errado com o estresse ocasional, mas o estresse crônico é debilitante; e quando você está realmente estressado, é improvável que a criatividade e o desempenho consigam atingir o auge. A razão é que a natureza nos proporcionou um mecanismo de sobrevivência que desliga o córtex pré-frontal – o raciocínio e a parte analítica do cérebro, sob estresse agudo. “Desligar o cérebro” significa que toda a energia vai para os músculos; a chamada resposta “lute ou fuja”. Isso funciona se você está sendo perseguido por um urso, mas não para o seu dia-a-dia. Funcionar nesse padrão é bastante contraproducente. Em algumas circunstâncias, é necessário aguentar a pressão. Mas você não quer viver a sua vida diária assim. Em vez disso, você quer que o córtex pré-frontal e o cérebro como um todo operem. Assim, você poderá planejar, organizar, criar estratégias, e ser mais produtivo, eficaz e criativo. O que a técnica da MT faz é aumentar a comunicação entre o córtex pré-frontal e as outras partes do cérebro.

“A técnica da Meditação Transcendental expande o funcionamento do cérebro. O estresse faz exatamente o oposto.”

P: Eu tiro férias pelo menos uma vez por ano. O estresse vai embora por pouco tempo, mas quando volto ao trabalho, eu começo a sentir as pressões crescendo.

Dr Grosswald: As férias atenuam o estresse por um período curto de tempo, mas elas não removem o estresse acumulado; funciona apenas como uma correção temporária. Nós precisamos de algo que nos permita ser menos suscetível ao estresse no dia a dia, para que ele não interfira no prazer de viver. As pesquisas mostram que o programa de Meditação Transcendental não só permite que a mente e o corpo liberem o estresse acumulado, como também ajuda a pessoa a se tornar mais resistente ao estresse ao longo do tempo.(veja como a MT reduz a ansiedade)

P: Diz-se que o estresse é a causa 90% das doenças psicossomáticas . Que tipos de mudanças acontecem com o corpo por causa do estresse?

Dr Rector: Sabe-se, por exemplo, que os hormônios modulam o sistema imunológico. O sistema imunológico é a defesa não apenas das doenças infecciosas, mas também do câncer. O mau funcionamento do sistema imunológico pode também contribuir para doenças do coração, através de mecanismos de hiperatividade inflamatória de baixo nível crônica, o que pode contribuir para a formação de placas na artéria coronariana. Seria como a corrosão nas artérias devido a um calor excessivo, por assim dizer. Quando o sistema imunológico está constantemente sob pressão e ameaça, e o estresse prevalece, o sistema torna-se gradualmente desordenado e confuso, e se distancia cada vez mais dos sistemas que deve proteger. Como um bom policial que se tornou mau, ele perde a capacidade de ser um vigilante perfeito para proteger o organismo contra as ameaças reais, podendo até se tornar agressivo contra o próprio corpo – a princípio, em menor grau, podendo até aumentar de forma incontestável. Como resultado, uma doença autoimune pode aparecer.

P: Numa perspectiva mais positiva, os níveis hormonais podem ser equilibrados quando o estresse é reduzido através da técnica da Meditação Transcendental?

“a prática da técnica da Meditação Transcendental ajuda na restauração da harmonia, integração e equilíbrio”

Dr Rector: Sim, quando o corpo fica menos estressado devido à prática da Meditação Transcendental, os níveis hormonais também se alteram para ajudar na diminuição do estresse. Como um poderoso antídoto contra o estresse, a prática da técnica da Meditação Transcendental ajuda na restauração da harmonia, integração e equilíbrio. Estes mecanismos de cura funcionam em todos os níveis da fisiologia humana. Nem é necessário pensar sobre isso, todo o organismo se torna holisticamente reintegrado e equilibrado. Isto acontece na fonte silenciosa da fisiologia. Portanto, a técnica da MT pode resultar na cura e na reintegração de toda a fisiologia, independente de quaisquer outras técnicas disponíveis de gerenciamento de estresse. Esta é uma afirmação extraordinária, porém bem justificada com base em mais de quarenta anos de estudos científicos no mundo todo.

Sarina Grosswald, Doutora em Educação, especialista em aprendizagem cognitiva que recentemente dirigiu o primeiro estudo sobre os efeitos do programa de Meditação Transcendental em crianças com dificuldades de aprendizagem em linguagem. Dra. Grosswald e seu trabalho foram extensivamente apresentados na mídia internacional, como por exemplo, no PBS e na ABC News.


Steven Rector, Doutor em Medicina, pratica  medicina emergencial há 18 anos. É diplomado pelo Conselho Americano de Medicina de Emergência.

 

 

Artigos Relacionados