Como aprender

Meditação Transcendental aumenta fluxo sanguíneo do coração

Exames de tomografia por emissão de pósitrons (PET) mostram que Meditação Transcendental com reabilitação cardíaca aumenta o fluxo sanguíneo para o coração.

Exames de tomografia por emissão de pósitrons (PET) mostram que Meditação Transcendental com reabilitação cardíaca aumenta o fluxo sanguíneo para o coração.

Resumo: O estudo constatou que pacientes com doença cardíaca coronária (DCC) que incluem Meditação Transcendental (MT) com reabilitação cardíaca (RC) aumentaram o fluxo sanguíneo para o coração em 20,7%.

Este foi o primeiro estudo que mostra que a MT melhora significativamente a modificação do estilo de vida em pacientes e o primeiro a usar a tomografia por emissão de pósitrons (PET) para medir seu efeito na função cardíaca e na reabilitação.

O estudo financiado pelo NIH foi realizado no Columbia University Irving Medical Center, em colaboração com o Institute of Prevention Research.

É possível fazer mais do que apenas dieta e exercício físico para se recuperar melhor de um ataque cardíaco, derrame ou prevenir um? Cientistas do Centro Médico Irving da Universidade de Columbia e do Institute for Prevention Research conduziram um estudo, com e sem meditação, para descobrir.

O estudo, publicado no Journal of Nuclear Cardiology, descobriu que pacientes com doença cardíaca coronária que incluíam a Meditação Transcendental (MT) com seu regime de reabilitação cardíaca aumentavam o fluxo sanguíneo para o coração em mais de 20%.

Intitulado “Efeitos da reabilitação cardíaca com e sem meditação no fluxo sanguíneo do miocárdio usando tomografia quantitativa por emissão de pósitrons”, o estudo piloto foi financiado pelo National Institutes of Health (Institutos Nacionais de Saúde) e conduzido no Columbia University Irving Medical Center, em colaboração com o Institute for Prevention Research (Instituto de Pesquisa para Prevenção).

A pesquisa envolveu 56 pacientes com doença cardíaca coronária, incluindo ataque cardíaco recente, ponte de artéria coronária ou angina.

Primeiro estudo desse tipo
O projeto foi um estudo inovador de prova de conceito, em que foi o primeiro a combinar a Meditação Transcendental com outras modalidades de tratamento com estilo de vida e o primeiro a usar a tomografia por emissão de pósitrons (PET) para medir o efeito do estilo de vida corpo-mente na modificação da função cardíaca.

 

Máquina de escaneamento cardíaco PET utilizada no estudo de reabilitação cardíaca com e sem MT no Columbia University Irving Medical Center, em Nova York.

“Este foi o primeiro estudo a mostrar que os benefícios cardiovasculares da modificação do estilo de vida, como exercícios estruturados e aconselhamento dietético, podem ser aprimorados com a adição da Meditação Transcendental em pacientes com doença cardíaca”, disse Robert Schneider, MD, FACC, co-diretor do estudo e diretor médico do Institute for Prevention Research. “Descobriu-se também que a técnica da Meditação Transcendental foi capaz de, sozinha, reverter os efeitos da doença cardíaca coronária avaliada pela imagem PET”.

Considerado um padrão ouro para medir a reserva de fluxo miocárdico de forma não invasiva, o PET cardíaco tem significância diagnóstica e prognóstica na doença cardíaca coronariana.

Estudo piloto randomizado e controlado
Os pesquisadores dividiram aleatoriamente os sujeitos em quatro grupos: reabilitação cardíaca, meditação transcendental, meditação transcendental mais reabilitação cardíaca ou atendimento usual.

Considerado um padrão ouro para medir a reserva de fluxo miocárdico de forma não invasiva, o PET cardíaco tem significância diagnóstica e prognóstica em doenças cardíacas coronarianas.

Estudo piloto randomizado e controlado
Os pesquisadores dividiram aleatóriamente os sujeitos em quatro grupos: reabilitação cardíaca, meditação transcendental, meditação transcendental mais reabilitação cardíaca ou cuidado usual.

Alterações nas reservas de fluxo pré e pós-miocárdico medidas com tomografia quantitativa por emissão de pósitrons (PET) nos quatro grupos de tratamento: reabilitação cardíaca (RC), Meditação Transcendental (MT), CR + MT, cuidados habituais. Crédito: Maharishi University of Management.

Os resultados mostraram que dos 37 pacientes que concluíram o pós-teste, o fluxo sanguíneo miocárdico aumentou 20,7% no grupo que fez Meditação Transcendental e reabilitação cardíaca. O fluxo sanguíneo no grupo que praticava a Meditação Transcendental sozinha aumentou 12,8%.

A reabilitação cardíaca por si só mostrou uma melhora de 5,8%. E os pacientes que receberam o tratamento usual mostraram uma diminuição no fluxo sanguíneo de -10,3%. Veja também o gráfico de Alterações nas reservas de fluxo miocárdico para os grupos combinados de MT e não-MT.

Terapias de redução do estresse na reabilitação cardíaca

“Embora este seja um estudo preliminar, ele sugere que o gerenciamento da conexão mente-corpo com a Meditação Transcendental pode melhorar a função do coração em pacientes cardiovasculares”, disse Schneider, que também é reitor da Faculdade de Medicina Integrativa da Universidade de Administração Maharishi.

Ele disse que o estresse psicossocial é conhecido por ser um fator de risco para doenças coronárias do coração, mas que as terapias para redução do estresse geralmente não são incluídas na reabilitação cardíaca.

“Mais pesquisas precisam ser feitas, mas este estudo e pesquisas anteriores sugerem fortemente que os profissionais médicos deveriam considear utilizar essa simples, mas eficaz, intervenção mente-corpo em seus programas de tratamento e prevenção da saúde do coração”, disse Schneider.

Possível mecanismo
Embora não se saiba exatamente como a Meditação Transcendental aumentaria o fluxo sanguíneo, os pesquisadores especulam que é resultado da melhora da função vasomotora coronária e arteriolar mediada pelo endotelial. Ou seja, níveis reduzidos de hormônios do estresse e possivelmente da inflamação podem resultar em função melhorada das células endoteliais que revestem as artérias coronárias.
Eles citam pesquisas, que descobriram que modificar fatores de risco para doenças cardiovasculares melhora o fluxo sanguíneo no coração.

Limitações do Estudo
Embora o estudo sugira que a técnica da Meditação Transcendental pode aumentar o fluxo sanguíneo em pacientes cardiovasculares, são necessários ensaios clínicos cuidadosamente conduzidos com amostras maiores para confirmar o benefício.

“Este foi o primeiro estudo piloto projetado para determinar o tamanho do efeito e da viabilidade”, disse Schneider. “Dos 56 indivíduos originais, apenas 37 estavam disponíveis para o pós-teste final do fluxo sanguíneo após o período de estudo de 12 semanas. Além disso, a adesão à reabilitação cardíaca foi média, com comparecimento às sessões de exercícios em torno de 60%. Além disso, os sujeitos que praticam Meditação Transcendental podem ter recebido mais atenção do que o grupo de reabilitação.

Este estudo inicial abre caminho para ensaios clínicos em larga escala que avaliarão mais rigorosamente esses efeitos.

Meditação Transcendental também reduz fatores de risco para doenças cardíacas
Estudos anteriores mostraram que a técnica da Meditação Transcendental reduz os fatores de risco para doenças cardiovasculares, como pressão arterial, aterosclerose e resistência à insulina. Um estudo de 2012 encontrou uma redução de 48% no ataque cardíaco, derrame e morte.

Efeitos da reabilitação cardíaca com e sem meditação no fluxo sanguíneo do miocárdio usando tomografia quantitativa por emissão de pósitrons: um estudo piloto https://doi.org/10.1007/s12350-019-01884-9.

PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/31529385.