Como aprender

Universidade do Michigan

Estudo da Universidade de Michigan encontra desenvolvimento emocional aprimorado em adolescentes afro-americanos que praticam Meditação Transcendental

Rita Benn, Ph.D., Diretora de Educação, Centro de Pesquisa em Medicina Complementar e Alternativa, Universidade de Michigan.

A análise preliminar indicou que o ambiente e gênero escolar variaram significativamente de acordo com a escola. Controlando os efeitos dessas co-variáveis, foram encontradas diferenças significativas (p <0,05) entre os alunos das duas escolas.

Os estudantes que praticam MT tiveram pontuações significativamente mais altas em três escalas: afetividade positiva, auto-estima e competência emocional. Além disso, os resultados do MANOVA indicaram uma mudança significativa, na afetividade, das avaliações iniciais para a pós-avaliação entre os grupos (p <0,05).

Os alunos da MT relataram uma elevação significativamente maior no estado emocional positivo ao longo do tempo e uma diminuição do efeito negativo imediatamente após a prática da meditação.

Os resultados fornecem evidências de que a prática da MT afeta positivamente o desenvolvimento emocional dos adolescentes afro-americanos em um ambiente escolar onde sua prática é apoiada pela direção.